Pesquisar este blog

28.8.06

A diferença entre cidadania e diamantes.

Diamantes são pra sempre. O slogan, que já virou nome de filme de James Bond, foi cunhado pela quase-monopolista empresa De Beers, produtora de diamantes que controla o mercado mundial desde que era a empresa do seu Rhodes, que teve país com nome dele e tudo. Também não deixa de ser verdade - os diamantes têm dureza dez naquela escala que parece material pra bodas, com materiais de referência, mas de verdade verdadeira mesmo são várias vezes mais duros do que rubis e safiras (9) e milhares de vezes mais duros do que o resto dos materiais.

Já a cidadania, pelo visto, não é exatamente pra sempre. Se você viajar e for parente de alguém suspeito de alguns crimes, e o país estiver numa certa guerra eterna...bem:

Do San Francisco Chronicle


The federal government has barred two relatives of a Lodi man convicted of supporting terrorists from returning to the country after a lengthy stay in Pakistan, placing the U.S. citizens in an extraordinary legal limbo.

Muhammad Ismail, a 45-year-old naturalized citizen born in Pakistan, and his 18-year-old son, Jaber Ismail, who was born in the United States, have not been charged with a crime. However, they are the uncle and cousin of Hamid Hayat, a 23-year-old Lodi cherry packer who was convicted in April of supporting terrorists by attending a Pakistani training camp.

Federal authorities said Friday that the men, both Lodi residents, would not be allowed back into the country unless they agreed to FBI interrogations in Pakistan. An attorney representing the family said agents have asked whether the younger Ismail trained in terrorist camps in Pakistan.

2 comentários:

Andr? Kenji disse...

Só um detalhe: Rhodes nunca foi nome de país. Quando a colônia que tinha seu nome virou país, mudou de nome.

Tiago disse...

1- "País" não significa "país independente."

2- A Rodésia foi independente de fato, apesar de só reconhecida por Israel, Portugal e pelas monarquias do Golfo, por uns 14 anos.

3- :p