Pesquisar este blog

17.10.05

Será o Hélio Costa?

Todos os comentários abaixo se referem ao jornal O Globo.

*********

Com 13 anos de existência, o casamento entre César Maia e o Globo parece que passa por um divórcio nada amigável. No jornal deste domingo, uma lista imensa dos factóides do prefeito; na série neo-lacerdista sobre limpeza étnica em favelas, a culpa pela primeira vez não é do "governo federal que não ajuda"; no caderno Rio de hoje, "ATÉ O FAVELA-BAIRRO É CONTESTADO." Por mim, acho ótimo...mas que eu gostaria de saber o motivo, gostaria.


*********

A Revista (de domingo não, olha o JB), mais uma vez, tem uma definição elástica de classe média. No caso, inclui empresários que contratam equipes de segurança, pagando de 50 a 750 reais por noite de sábado (mais o que os filhos já gastam). E na mesma reportagem, me sinto um pouco Simão Bacamarte, porque o "empresário da segurança" explica que depois das 10 da noite é uma temeridade andar pelas ruas do Rio, depois de uma da manhã elas estão entregues aos traficantes, e é inevitável topar com um "bonde" de traficantes.


*********

Ancelmo Gois reescreve a história brasileira, fazendo de Zumbi o fundador de Palmares. Zumbi, tradicionalmente, teria nascido no quilombo, o que para satisfazer o colunista significaria que ele fundou Palmares ainda no útero. Fora ter se escondido e não envelhecido por uns 80, 90 anos.

**********

Olavo se foi, mas o Globo nos presenteia com a coluna cômico-reaça do Rosenfield.

**********

Entre as promessas imperiais não cumpridas, arroladas pelo Grobo, está a do Transpan. Volto a perguntar sobre o Transpan: de superfície, ligando os aeroportos? Por onde, pelo meio da Rio Branco?

**********

O Globo cita Larry Rohter, o crítico musical-correspondente estrangeiro, que no NY Times diz que madeireiros, desdenhando da lei, rapinam a Amazônia. Deixando inteiramente de lado a tendenciosidade de um sujeito que segue no mesmo caminho da sua matéria sobre "boatos de que o presidente é pinguço" (há sobre tudo quanto é presidente do mundo, mas acertadamente o NY Times não reproduz os boatos de que o Bush, ex-alcóolatra, voltou a beber), a matéria mostra porque crítico musical como correspondente estrangeiro não é uma boa idéia, na confusão que o Rohter faz com os números. A não ser que, ao confundir valor com volume e falar de diferenças sazonais ao falar da comparação entre dados da mesma estação, ele esteja sendo desonesto mesmo.

**********

O Panorama Político está divertidíssimo, pelo menos pra quem encara a política como circo.

2 comentários:

Anônimo disse...

Just thought I'd let you know about a site where you can make over $800 a month in extra income. Go to this site   MAKE MONEY NOW  and put in your zip code..... up will pop several places where you can get paid to secret shop, take surveys, etc.  It's free.  I found several and I live in a small town!

Anônimo disse...

Desconfio que o casamento da Globo com o CM tenha sido abalado porque o prefeito foi contra a remoção das favelas, é a unica hipotese que me vem em mente.