Pesquisar este blog

9.8.05

MWAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Se você acha que o limite do circo nacional é a Denise Frossard catando comunistas debaixo da cama, o ACM Neto posando de bonzinho, a loura do Severino virando assunto sériissimo no Elio Gaspari ou o Roberto Jefferson virando ídolo das massas (de grão duro italiano), você ainda não viu nada.

Roubado do Contra o Consenso.

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou na semana passada a regulamentação da profissão de astrólogo. Para o autor do projeto, deputado Luiz Sérgio (PT-RJ), é importante incutir na cultura brasileira um pensamento astrológico correto. "E não há meio mais efetivo para isso do que a regulamentação, que permitirá uma fiscalização mais rigorosa dessa atividade", argumenta.
Ao recomendar a aprovação da proposta, o relator Leonardo Picciani (PMDB-RJ) apresentou três emendas ao texto apenas para deixar mais clara a redação final. Segundo o relator, as mudanças foram sugeridas pelo Sindicato dos Astrólogos do Rio de Janeiro (Sinarj) após a realização de debates com os profissionais do setor.

Carta astrológica
O texto define como astrólogo o profissional que estabelece juízos a partir do estudo das configurações do céu, calculando e elaborando cartas astrológicas. A atividade também poderá ser exercida por pessoas jurídicas.
O projeto prevê as regras e condições para o exercício da profissão, entre as quais a exigência de habilitação em cursos reconhecidos por associações de astrologia, jornada de trabalho de 30 horas semanais e a possibilidade de prestar serviços a órgãos públicos. O mercado astrólogo será restrito aos profissionais reconhecidos, inclusive para atuar em meios de comunicação que divulguem conhecimento correlato à atividade, como horóscopos.
Ainda de acordo com a proposta, a fiscalização da profissão caberá a um conselho federal e a conselhos regionais. Até a constituição dessas entidades, o controle será feito pelo Ministério do Trabalho e Emprego, por meio do registro dos profissionais nas respectivas delegacias regionais do Trabalho ou em sindicatos, cooperativas e associações.

Um comentário:

smart shade of blue disse...

Alguém já fez a melhor piada a respeito: finalmente OdeC vai arrumar outro emprego.