Pesquisar este blog

9.10.06

Resmungando

A coleção de culinária da Folha tem uma relação (em volume ou peso mesmo) capa/folhas que eu juro que só tinha visto antes em livro pra crianças que estão aprendendo a ler. É mais capa do que página. Vai ver eles acham que a idade mental do seu público tá lá pelos cinco anos.


****************

Quando me mudei pra SP, precisava subir a rua Augusta, do lado dos Jardins, todo dia. Então, às vésperas da eleição pra governador, a rua estava sendo recalçada em dois turnos de trabalho, inclusive aos sábados. Os operários dormiam na rua mesmo, ou dentro das caçambas dos buldôzers (aliás, que merda eu não ter câmera). Achava, portanto, quando me dirigi pra lá anteontem, que ia encontrar uma rua toda calçada. Ledo engano, não avançou nada. Também não tinha ninguém trabalhando, à tarde. Me lembrou a recauchutagem das ruas do Rio há dois anos atrás.

*****************

Não assisti o debate. Não sei se perdi muito. Mas pelo que eu entendi, o Alckmin continua fingindo que o seu programa (privatização, reforma trabalhista e previdenciária radical, terceirização, OSCIPs, etc) não existe. Pode-se não gostar do Bush, mas pelo menos ele dizia o que queria fazer. O fato da direita não ousar dizer seu nome leva a crer que, à parte o autoritarismo, o Brasil de direita é besteira. (Quase daria pra entrar na furada classificação bidimensional do libertarian party, se não fosse que ela faz água em diversos temas, do meio ambiente à liberdade de imprensa à própria condução econômica.)

****************************

Os EUA oficializaram a tortura, e ninguém parece tão chocado assim com isso. É impressionante como o sapo não reclama da fervura.

3 comentários:

Andr? Kenji disse...

Hmmm... Você assistiu um dos debates da eleição presidencial de 2000, quando Gore defende o conceito de "nation building",renegado por Bush?

Tiago disse...

Flip floooop... mas isso não era a plataforma inteira dele. Fora a porrada comendo solta, o Alckmin tenta esconder tudo, aí incluída a pertença ao partido do FH. O Bush não fingia que não era do mesmo partido que o pai e o Santo Gipper.

raph disse...

Haha Tiago te falei que o Lula iria ganhar, não sei onde que vocês acharam tanto medo do Alckmin... Não que tenha muita diferença entre os dois.

Mas enfim, acho que esse artigo resume o segundo turno:

http://ultimosegundo.ig.com.br/materias/eleicoes2006/2562001-2562500/2562273/2562273_1.xml

Abs
raph.